Partos e cesáreas muito próximas uma da outra requerem mais cuidados

Da Redação
Fotos: Reprodução Internet

A apresentadora Patrícia Abravanel do SBT anunciou que espera o seu terceiro filho. Tudo isso depois de olhar pela segunda vez para o teste de gravidez, especialmente por já ter enfrentado dois abortos espontâneos antes do nascimento da segunda filha. Ela é mãe do Pedro e da Jane.

Quando o assunto é terceira ou quarta gestação, com certeza o pré-natal e o parto inspiram mais cuidados. Isto acontece principalmente em casos de cesáreas anteriores ou partos muito recentes.

O ginecologista e obstetra Dr. Domingos Mantelli revela que a mulher pode se submeter a várias cesarianas, mas deve estar consciente dos desconfortos e dos riscos que corre em cada procedimento.

Segundo o especialista, cesáreas múltiplas envolvem grandes riscos para a saúde da mulher como, por exemplo, lesões na bexiga, intestino e placenta, além de hemorragia, entre outros. No entanto, ainda há dúvidas com relação ao número de cesáreas que a mulher pode ter.

Para o especialista, as gestantes não precisam ter medo e devem conversar sempre com o médico que está cuidando do pré-natal para esclarecer as dúvidas. “O obstetra tem que ter muita habilidade para fazer uma cesariana em mulheres que já tiveram mais de três devido às alterações anatômicas e aderências das cicatrizes que podem tornar o procedimento cirúrgico cada vez mais complexo e difícil. Além disso, as cicatrizes podem causar obstruções no intestino delgado”, conclui Mantelli.

Dr. Domingos Mantelli: Ginecologista e obstetra é formado pela Faculdade de Medicina da Universidade de Santo Amaro (UNISA) e pós-graduado em residência médica na área de ginecologia e obstetrícia pela mesma instituição. Também é autor do livro “Gestação: mitos e verdades sob o olhar do obstetra”.

%d blogueiros gostam disto: