O body está em alta. Saiba como usá-lo

Quando não está no trabalho, a personagem Jeiza, de Paola Oliveira, em a Força do Querer, costuma aparecer nas cenas do cotidiano de body e calça jeans.

Antes os bodys eram usados apenas para dançar ballet ou ir para a academia. Atualmente,  a peça voltou com tudo para ser usada casualmente, cair na balada, ou para andar pelas ruas. Para saber como encaixar o body em cada ocasião, personal stylist Juliana Parisida capital paulista, explica como adaptar a moda ao dia a dia e combinar os diferentes acabamentos com cores, estampas e tecidos diversos.

“Eles foram inspirados nos maiôs e collants. A peça é prática e versátil. O que difere um body para ir ao trabalho daquele que ‘pode ser usado na balada’, por exemplo são os tecidos e adaptações que ele traz”, comenta a especialista que define alguns modelos:

Preto básico

Preto básico: Clássico e democrático já que o body é justinho, o preto ajuda a disfarçar as gordurinhas e ressalta as curvas do corpo além de combinar com praticamente tudo (calças jeans de cintura alta ou baixa, saias e até shorts).

Renda: As rendas estão em alta e são ótimas opções para os looks de noite ou para uma ocasião mais especial.

Estampados: Há muitas opções para alegrar o look do dia a dia, vale os florais, onças, poás e até mix de estampas. A dica aqui é combinar com outras peças de cores neutras e lisas, de preferência.

Decote V: Deixa a silhueta mais feminina e elegante.

Meia estação: São aqueles modelos com manga longa ou meia manga, que caem bem com saia, calça ou shorts.

 

Body em renda

A dica da personal stylist para quem quer usar esse tipo de look e não está tão as pazes com a balança é apostar nas cores mais escuras nas partes de baixo que valorizem mais o tipo de corpo. “A cintura mais alta também ajuda a alongar e dá uma impressão de uma silhueta mais afinada”, completa Juliana.

 

 

 

 

 

 

Estampados e de manga longa
Look ideal para Primavera/Verão

 

 

 

 

%d blogueiros gostam disto: