Lancheira nutritiva “Volta às Aulas”

Preparar a lancheira das crianças é uma das tarefas cotidianas para boa parte das famílias com filhos em idade escolar. Mas, depois de uma jornada cansativa de trabalho, bolar um lanche apetitoso, rápido, saudável e que atenda às necessidades nutricionais compatíveis com a proposta dessa refeição ligeira exige algum conhecimento e uma pitada de criatividade.

A nutricionista Tatiana de Vuono, do Criança Bem Nutrida, nos ajuda a retomar a rotina e voltar às aulas com muita disposição. Confira:

  • Uma alimentação saudável faz com que a criança cresça e se desenvolva melhor. Quando bem nutrida, consegue aprender melhor, tem melhor desempenho escolar, mais facilidade de concentração e fica menos doente, já que seu sistema imunológico está forte para defendê-la.

De acordo com a Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP), o correto é que criança coma um alimento fonte de carboidrato, uma fruta, uma proteína e uma bebida nesses intervalos. Para facilitar, é importante ter um planejamento.

Uma boa tática é montar um cardápio da semana preenchendo com opções saudáveis.

A boa lancheira diária deve conter: um carboidrato, uma proteína, uma bebida e uma fruta

Carboidratos: São boas fontes de energia. Dê preferência aos integrais ou ricos em fibras, que aumentam a saciedade da criança e melhoram a saúde intestinal, como por exemplo:

– Pães caseiros para o preparo de sanduíches.

– Cookies integrais

– Pipoca caseira ou Milho cozido

– Oleaginosas como as castanhas, nozes e macadâmias

– Cereais nutritivos como aveia, farinha de linhaça, chia, quinoa em flocos, amaranto

– Panquecas caseiras

– Tapioca com chia

– Mingau nutritivo

– Para adoçar: Mel, agave ou melaço de cana.

CUIDADO: bolachas, biscoitos, bisnaguinhas e bolinhos prontos são produtos que podem conter ingredientes ruins para a saúde dos pequenos como muito açúcar e gordura vegetal hidrogenada.

Proteínas: São nutrientes necessários para o organismo produzir partes essenciais do corpo, como músculos, hormônios, tecidos, pele e cabelo. Boas fontes proteicas são:

– Queijos como cottage, ricota, queijo minas frescal

– Iogurte integral

– Leite integral

CUIDADO: na escolha dos iogurtes. Escolha os sem sabor e com poucos ingredientes. Os básicos com 2 ingredientes são os melhores, apenas leite integral e fermento lácteo.

Frutas: Excelente fonte de vitaminas e minerais. A escolha da fruta deve considerar características regionais, custo, hábitos alimentares da família e estação do ano.

– Fruta in natura. Você pode cortar em formato de estrela, carrinho, coração, bichinho e etc. Utilize formas de alumínio para o corte.

– Fruta seca. Como a fruta seca tem pouca água e uma concentração maior de frutose, não esqueça de oferecer bastante líquido junto com a refeição.

– Para beber: água é fundamental. Além de suco de fruta (natural e de preferência não coado) e água de coco, que hidrata e é rico em minerais. Mas atente-se aos ingredientes. O ideal é que dentro da caixinha tenha apenas água de coco.

– Geleia sem açúcar. Não utilize geleias com açúcar e adoçantes artificiais.

%d blogueiros gostam disto: