Evento reúne empreendedores com produtos diferenciados para bebês e crianças

Por Carolina Bozzi

No último fim de semana, aconteceu no Buffet Cook Hall, em Santo André, a 2ª edição do Badaroskinha, um evento organizado pelas amigas Pamela Prado, Renata Mazzucato e Caroline Padoveze, que teve o intuito de promover, por meio de stands a venda de peças de vestuário e acessórios para gestantes, bebês e crianças.

Bem aos moldes das feiras mais descoladas de São Paulo, além de toda a programação, de palestras para as mamães e oficinas para as crianças, algumas lojas do ABC estavam presentes, expondo os produtos, entre elas, a Agulha Pop, com o artesanato moderninho da Crica Campos, a Keko Baby, Kixou Moda, Pirilampo Pijamas, Plante amor SP, Coisas da Anne, Ateliê de laços e acessórios Vanessa Ferreira, Meu dentista indica, Brinqueduque, Empório da Papinha e o espaço de
recreação Brincando no Casulo.

Durante o evento, os expositores conversaram conosco e contaram um pouco da experiência de participar de um evento voltado para o universo infantil.


“Comecei a expor no Badaroskinha por meio de algumas amigas que faziam assessoria
de imprensa para a feira e me apresentaram para as organizadoras, fazendo a proposta, e
como eu sou do ABC, achei que seria uma boa oportunidade para mostrar meu
trabalho”, afirma Crica Campos, artesã e proprietária da Agulha Pop, uma loja que
trabalha com bonequinhos de artesanato e itens de decoração que variam entre R$ 25,00
e R$ 120,00. “Eu trabalho também com caricaturas de personagens, você pode me dar
uma foto de alguém da sua família ou de um ídolo e eu consigo transformar em
bonequinho”, explica Crica.


Outro expositor que estava presente era a Keko Baby, uma marca de roupas para bebês
de zero a um ano que está no mercado há 30 anos e vende peças à atacado, para lojistas
com preços que variam entre R$ 19,90 e R$ 69,90. Segundo a proprietária, Renata
Romano, participar de um evento como Badaroskinha também é importante para fazer
contatos e conhecer novas marcas. “Está sendo uma experiência muito legal”, relata.


“Quando a Caroline me convidou, não tinha ninguém expondo moda gestante, é a
primeira vez que participo de uma feira, eu sou lojista, estou gostando de conversar com
os outros lojistas”, revela Karina Molines, da Kixou Moda, que apresentou na feira sua nova coleção de roupas para gestantes e as charmosas peças iguais para mães e filhas. 

Outro stand era o do Pirilampo Pijamas, uma loja online que vende peças para adultos e
crianças com preços variados entre R$ 50,00 e R$ 80,00. De acordo com a proprietária,
Lilian Monteiro, participar do Badaroskinha é importante para divulgar seu trabalho. “Já
participei de outros eventos, mas o Badaroskinha é a primeira vez”, afirma.

Leandro Pereira, também esteve presente, expondo cactos e plantas em uma bicicleta
que percorre diversos bairros do ABC. “É legal participar dos eventos porque ajuda a
divulgar o seu produto, ajuda a ter uma visualização bacana, eu trabalho para as pessoas
começarem a cultivar e gostar de ter o verde por perto”, explica o lojista.

Vanessa Ferreira, do Ateliê Vanessa Ferreira, também nos contou sua experiência. “Eu
comecei a fazer laços de cabelos para minhas sobrinhas e por meio de uma amiga ir
falando para outra, eu comecei a ser convidada para participar de alguns eventos, um
deles foi a primeira edição do Badaroskinha, no ano passado”, relata. Segundo Vanessa, os laços e produtos do Ateliê são diferenciados dos que existem no
mercado.

Luciana Gomes, da “Meu dentista indica”, nos mostrou seus produtos diversificados
voltados para a saúde bucal de crianças até idosos. “Está sendo muito legal participar da
feira, nós temos diversos produtos para diferentes idades”, explica.

Não poderíamos falar de um evento infantil se não falarmos dos brinquedos. Algumas
empresas tiveram presente expondo essas peças que tanto encantam os pequenos. Uma
delas é a Brinqueduque, que trabalha com brinquedos educativos e artigos diferenciados
focados na infância. De acordo com a proprietária Carina Varella, a Brinqueduque
existe há 15 anos e no ano passado, na primeira edição do Badaroskinha, estava
responsável pelas oficinas. “É muito bom participar de eventos assim, porque além de
divulgar, você conhece outras empresas”, explica Carina.

Para a educadora física Lígia Martinez, mãe da Martina de 1 ano, que participa de algumas feiras em São Paulo, esses eventos são muito interessantes para conhecer peças
novas. “Eu acho muito legal porque os expositores fazem os produtos artesanalmente e eu gosto muito de produtos artesanais, eu sempre compro lacinho, roupa de cama e brinquedo”, declara.

 

Neste ano, as brincadeiras para entreter os pequenos, ficaram por conta do Brincando no
Casulo, espaço de recreação do ABC. De acordo com a proprietária, Mariana
Fernandes, por meio desse stand, a Badaroskinha mostrou aos pais a importância do
brincar livre. “A criança não precisa de muito, uma caixa e a imaginação é o suficiente,
é preciso deixar a criança livre; a oportunidade do Badaroskinha é mostrar aos pais por
meio do Brincando no Casulo, que com um papel as crianças podem brincar por horas”,
destaca Mariana.

E para as mamães, uma novidade foi a participação de uma empresa especializada em organização. A Espaço Prático comandada pelas empreendedoras  Valéria Freitas e Katia Kuhn e, ambas com formação complementar em Personal Organizer, apresentaram diferentes soluções para tornar o dia a dia da família o mais prático possível, o que inclui a organização do quarto das crianças. Elas dividiram o espaço com a empresa Enquanto eu cresço, com produtos lindíssimos e fofinhos. 

%d blogueiros gostam disto: