Cinco dicas para apreciar vinho no calor e até se refrescar

Por Maria Cláudia Aravecchia Klein

Quando a gente pensa em vinho vem aquela imagem de uma lareira, uma boa companhia, uma mesa rodeada de amigos, comida mais quentes e calóricas para acompanhar, e aquele clima de inverno.

Mas, quem realmente aprecia a bebida não se prende às estações e busca diferentes formas de beber vinho, especialmente em um país tão quente como o nosso. “Quem gosta de vinho pode seguir alguns truques para que a bebida fique mais refrescante”, ensina Rodrigo Bertin, sommelier internacional e criador do projeto Vinho Mais. 

Segundo o especialista, nem todo vinho é próprio para ser consumido em temperaturas baixas. “Os vinhos mais encorpados, que geralmente são os mais caros, precisam ficar no armário até o próximo inverno, mas os mais leves e de menor gradação alcoólica podem ser degustados em qualquer época”, explica.

Veja cinco dicas importantes para consumir vinho no calor:

1- Deixe o vinho ter de 6ºC a 15ºC: Rodrigo Bertin conta que os vinhos brancos ou rosés podem ser mais gelados. “Você pode consumí-los a seis graus de temperatura”. No entanto, o vinho tinto deve ser consumido com a temperatura próxima de 15ºC. “Ele mantém o sabor e vai ajudar a se refrescar com essa temperatura amena”, conta.

2- Mantenha a garrafa geladinha: O sommelier sugere um balde de gelo para manter a temperatura baixa da garrafa. “Deixe a garrafa no balde para evitar que ela esquente, ou então gele um pouco mais, deixando a garrafa na geladeira antes de consumir”, ensina. “Se a garrafa ficar gelada demais, espere o vinho recuperar um pouco da temperatura antes do primeiro gole”, sugere.

3- Aposte nos espumantes: Bertin também conta que é possível apostar nos espumantes. “Eles são refrescantes e ainda combinam com a maioria dos petiscos e porções da praia, por exemplo”, explica. “O espumante ainda tem a vantagem de ajudar na digestão”, conta o especialista que quer desmistificar a ideia de que espumante e vinhos são caros. “Tem opções para todos os bolsos”.

4- Faça coquetéis: Aperol Spritz, Sangria e Clericot são apenas alguns dos coquetéis mais famosos que podem ser feitos com vinho. “As receitas são fáceis de encontrar e rendem drinks gelados”, conta o sommelier, que destaca que essas opções combinam com qualquer festa, até mesmo churrasco!

5- Economize e escolha as uvas certas: Por fim, Rodrigo Bertin ensina que os tipos de vinho que combinam com o verão são os mais baratos. “Os mais caros, que são geralmente os mais encorpados, pedem por temperaturas mais quentes, então aposte nos mais simples”, conta, sugerindo as uvas mais leves e com menos tanino, como Pinot Noir, Merlot e Gamay.

%d blogueiros gostam disto: